Quem sou eu Artigos Fotos com o deputado Deu na Imprensa Notícias Fale com o Junji Fale com o Junji
   
   
   
 
E-mail:
 
 
 
 
Lio de vida
Ter�a-feira, 18 de Agosto de 2020 Enviar por e-mail Versão para Impressão acessos
125
 
Sempre tive carinho imenso por pessoas com deficincia. Regra geral, so anjos que nos do exemplos na vida. Costumam esbanjar alegria e de nada reclamam. Lutam bravamente para suprir suas deficincias e nunca temem usar sua capacidade de seres felizes. Contrastam com parcela significativa da populao, que s sabe reclamar de tudo, culpar os outros, irradiar egosmo e insensibilidade.

Em funes pblicas, sempre procurei viabilizar aes que elevassem a qualidade de vida da pessoa com deficincia. Tambm foi assim quando assumi a Prefeitura de Mogi, em 2001. Norteados pelo PGP Plano de Governo Participativo, construdo com a comunidade mogiana, constitumos o Conselho Municipal para Assuntos da Pessoa com Deficincia. De forma pioneira, o colegiado implementou inmeras polticas pblicas para incluso social e de trabalho, e de mobilidade urbana, entre outras vrias aes.

Compartilho um caso pessoal. No final de maio, por descuido, sofri uma queda no quarto. A reao instantnea para proteger a cabea provocou um impacto fortssimo do meu ombro esquerdo contra o assoalho. O estrago foi grande! Romperam-se o tendo e os ligamentos, ocasionando dor insuportvel. Encarei uma cirurgia com nome complicado Reparo Artroscpico do Manguito Rotador Subcapular. Desde 2 de julho ltimo, estou com tipoia no brao esquerdo, 24 horas por dia. O equipamento deve ser removido at o fim do ms. Da, comea a fisioterapia trs vezes por semana, ao longo de trs meses.

Torno pblico esse pequeno acidente para alertar pessoas idosas como eu a redobrarem cuidados nas atividades dirias. Passou da hora de evitar aquela postura do apressadinho que, apesar dos quase 80 anos de idade, se julga jovem e capaz de fazer tudo com a mesma destreza de antes. um abuso! Depois, ficamos lamentando e atribuindo a ocorrncia falta de sorte.

Conto esse caso tambm para destacar o quanto se pode extrair de legtimas histrias de superao, protagonizadas por quem tem deficincia e encara a vida, sem reclamar de infortnios. Cliquem https://www.uol.com.br/universa/noticias/redacao/2020/07/22/sem-as-maos-mulher-vira-costureira-e-cria-suas-proprias-pecas.htm e leiam a emocionante luta da Alcilene Moraes Nunes.

Ela tinha apenas 1 ano e 3 meses de vida quando a casa onde morava com os pais e 12 irmos, no Par, pegou fogo. Com queimaduras de 3 grau em todo o corpo, rosto e couro cabeludo, ela teve as duas mos amputadas.

Atualmente, com 45 anos, carrega profundas cicatrizes no rosto. Mas, nada a impediu de realizar o sonho de virar costureira. De famlia muito humilde, aos 28 anos, ela se mudou para So Paulo, em busca de tratamento mdico e esperana de dias melhores.

Apaixonada por desenho, pintura e artesanato, Alcilene confeccionava e vendia caixas decoradas, sabonetes artesanais e lembrancinhas para festa. Era o meio de sobreviver, sem perder o sonho de ser costureira. Em 2010, comeou a dar seus primeiros passos no ofcio, fazendo consertos em roupas na mquina de costura. Eu jamais desisti de fazer algo antes de tentar, ensina ela.

Em 2016, Alcilene ganhou bolsa estudantil do curso de costureira no Senai. Em seguida, estudou modelagem. No incio, as roupas no ficaram muito boas, mas eu continuei tentando. Quando voc tem fora de vontade e deseja algo, consegue fazer, incentiva ela.

Como profissional, Alcilene comercializa pelo site peas da sua confeco, enviando sua produo para cidades do Par e da Bahia, alm de So Paulo.

Sem qualquer deficincia, no temos o direito de reclamar de nada, de nadinha. Alcilene Moraes Nunes, sem as mos, casada, me devotada, profissional de primeira grandeza, sempre simptica, alegre e extremamente guerreira, merece de todos um profundo respeito, reconhecimento, admirao e, acima de tudo, eterna gratido pelo seu exemplo e lio de vida!

Junji Abe, produtor e lder rural, ex-prefeito de Mogi das Cruzes, na Grande So Paulo
Enviar por e-mail Versão para Impressão   Ler mais artigos
 
   



     
 
11/04/2014
Ateno aos obesos
 
08/04/2010
Imprensa amordaada, fim da democracia
 
09/07/2010
De corpo e alma
 
 
 
 
JUNJI ABE  |  NOTÍCIAS  |  ARTIGOS  |  IMPRENSA  |  GALERIA  |  Todos os direitos reservados © Junji Abe 2011  | Login


Correspondência: Av. Fausta Duarte de Araújo, nº 145 - CEP: 08730-130 - Jd. Santista - Mogi das Cruzes - SP   |   Telefone: (11) 4721-2001   |   E-mail: contato@junjiabe.com