Quem sou eu Artigos Fotos com o deputado Deu na Imprensa Notícias Fale com o Junji Fale com o Junji
   
   
   
 
E-mail:
 
 
 
 
Coerncia e bom senso
Segunda-feira, 01 de Junho de 2020 Enviar por e-mail Versão para Impressão acessos
115
 
Meu manifesto no se baseia em sentimento bairrista, mas sim em absoluta coerncia e bom senso. Refiro-me ao Programa de Retomada Consciente da Economia, lanado na quarta (27) pelo Governo do Estado. Classifica as regies em cinco fases: 1 (vermelha), de alerta mximo, com funcionamento apenas de servios essenciais; 2 (laranja), controle que possibilita aberturas com restries; 3 (amarela), abertura de nmero maior de setores; 4 (verde), flexibilizao maior em relao etapa 3; e 5 (azul), de normal controlado, com todos os setores em funcionamento, mas mantendo medidas de distanciamento e higiene.

Sou integralmente a favor do isolamento social, seguindo rigidamente os preceitos das autoridades de sade, assim como do Programa de Retomada Consciente da Economia. Acredito que se baseiam em pesquisas, dados e fatos, sob as ticas da cincia, sade e economia, dentro de uma gesto pblica responsvel e transparente.

So justamente tais fatos que me levam a discordar da classificao de Mogi das Cruzes na fase vermelha, enquanto a Capital, epicentro da pandemia no Estado, avana para a etapa laranja. Tal situao s seria inteligvel, se nossa Cidade tivesse indicadores piores do que os do Municpio de So Paulo. No o caso.

O ndice de isolamento social em Mogi sempre esteve acima do registrado na capital paulista. Quanto capacidade hospitalar, na quinta-feira ltima, a rede mogiana registrava 57% de ocupao dos leitos de UTI e 50% das vagas nas enfermarias. J a Capital chegava a 92% de ocupao dos leitos de UTI (hospitais pblicos e privados) e lotao de 100% nos hospitais municipais.

Vale considerar que, pelo menos, 30% dos leitos mogianos esto ocupados com pacientes de municpios vizinhos, inclusive da capital paulista. Portanto, no so mogianos dependendo dessa assistncia. Alm disso, como medida preventiva no incio da crise, Mogi das Cruzes construiu o Hospital de Campanha, com 200 leitos.

Mogi no se encaixa na fase vermelha em nenhum dos critrios definidos pelo Estado para estabelecer as fases de cada regio. E apresenta nmeros bem mais favorveis que os do Municpio de So Paulo. Logo, se o cabedal cientfico liberou a Capital para a etapa laranja, como justificar a permanncia da nossa Cidade no estgio de restrio mxima? Das duas, uma: ou a liberao da capital paulista foi equivocada, ou foram usados desconhecidos peso e medida para classificar Mogi das Cruzes.

Ombreio-me em total apoio s indignaes do prefeito Marcus Melo, do vice Juliano Abe, dos vereadores, do Consrcio de Desenvolvimento dos Municpios do Alto Tiet, de entidades classistas e demais lideranas. Estou ao lado deles na cobrana por reviso urgente da classificao de Mogi das Cruzes no programa.

Afinal, os critrios definidos pelo prprio Estado colocam a Cidade na fase 2 (laranja), que permite a abertura de escritrios, concessionrias de veculos, comrcio e shopping centers, sempre com os protocolos de higiene e distanciamento.

Apelamos para o bom senso e coerncia das autoridades estaduais! Nada contra o Municpio de So Paulo, que dista apenas 60 quilmetros da nossa Cidade e sempre esteve prximo sob os aspectos fsico, econmico e emocional. A prpria caracterstica da conurbao um fator extra para no haver classificaes diferentes entre cidades vizinhas de alta interao. Caso contrrio, imenso o risco de criar corredores adicionais para a propagao do vrus.

Embora seja uma cidade de quase 500 mil habitantes, Mogi depende de So Paulo onde trabalham milhares de mogianos e vice-versa. Uma enorme parcela da populao paulistana e de vrios municpios da Regio Metropolitana prescindem da gua advinda das trs represas localizadas no territrio mogiano (dos Rios Jundia, Taiaupeba e Biritiba Mirim).

Reforando que devem prevalecer os cuidados mximos de higiene e distanciamento social, s clamamos por justia: a cincia que vale para a Capital tambm tem de valer para Mogi das Cruzes! #RevisoJ

Junji Abe, produtor e lder rural, ex-prefeito de Mogi das Cruzes, na Grande So Paulo
Enviar por e-mail Versão para Impressão   Ler mais artigos
 
   



     
 
11/04/2014
Ateno aos obesos
 
08/04/2010
Imprensa amordaada, fim da democracia
 
09/07/2010
De corpo e alma
 
 
 
 
JUNJI ABE  |  NOTÍCIAS  |  ARTIGOS  |  IMPRENSA  |  GALERIA  |  Todos os direitos reservados © Junji Abe 2011  | Login


Correspondência: Av. Fausta Duarte de Araújo, nº 145 - CEP: 08730-130 - Jd. Santista - Mogi das Cruzes - SP   |   Telefone: (11) 4721-2001   |   E-mail: contato@junjiabe.com